03 agosto 2011

Elísio Estanque e Hermes Augusto Costa publicam, como co-organizadores livro sobre sindicalismo


Fruto de uma conjugação de preocupações sobre o mundo do trabalho, partilhadas no campo académico e no seio do movimento sindical, este livro discute com frontalidade os problemas e desafios do sindicalismo do nosso tempo, as suas fraquezas e potencialidades, as suas perplexidades e estratégias de acção e renovação.

Num primeiro momento, recuperam-se algumas abordagens teóricas e transformações sociais do sindicalismo, quer como forma de situar a relevância de conceitos, definições e tipologias, quer como meio de pensar respostas concretas e desenhar novos desafios no actual contexto de crise, nacional e internacional.

Num segundo momento, concede-se espaço particular às percepções dos sindicalistas sobre o próprio sindicalismo, sendo estes desafiados a reflectirem entre si (e com um público diversificado de docentes, estudantes, sindicalistas, etc.) sobre os aspectos relacionados com a crise e as estratégias de renovação do sindicalismo.

Por fim, apresenta-se um amplo leque de propostas para a edificação de um ?sindicato ideal?, mediante a sugestão de um conjunto de condições numa diversidade de domínios. De resto, é convicção generalizada dos vários contributos deste livro que a reflexão crítica e autocrítica sobre os sindicatos que temos não se confunde com a retórica anti-sindical que tem vindo a ganhar terreno no discurso público, e que requer um combate político persistente.

2 comentários:

09smvirgilio disse...

Uma obra que certamente constitui um contributo importante. Não conheço o seu teor, mas só pela a sua existência pode ser uma "pedrada no charco" contribuindo para um debate e reflexão urgente do mundo do trabalho, nomeadamente no nosso país! Já agora qual o preço e onde se encontra à venda?

Elisio Estanque disse...

Ola Virgilio,
creio que o preço da obra é à volta de 12 euros. vende-se em qquer livreria onde vebdam a editora Almedina (por ex. na livraria Bulhosa/ Campo Grande, devem ter.). Abraço, EE